Publicado em

Tela LED: como fazer a manutenção da sua

Praticamente todas as telas com que convivemos atualmente são de LED. Quase todos os smartphones, tablets, notebooks, monitores de computador e televisões possuem tela LED. Isso acontece porque é um material que oferece uma ótima qualidade de imagem, por um custo moderado e uma resistência e durabilidade maior do que outras opções. Porém, ainda assim, estas telas são materiais sensíveis e é preciso ter cuidado para manuseá-las e limpá-las adequadamente, para usá-las por mais tempo com toda a qualidade de imagem que elas oferecem.

Pressões e batidas

Em geral, este material é muito sensível a pressões – nunca aperte ou aplique força contra a tela, inclusive para limpar -, isso pode danificar os pixels e criar manchas na tela. Estes cuidados são principalmente necessários para televisões, monitores e notebooks. As telas de smartphone e tablets costumam ter proteções que as tornam mais resistentes, mas ainda assim, todo cuidado é pouco. Obviamente, tome muito cuidado para não deixar a tela cair no chão ou que objetos batam na superfície.

Líquidos e umidade

Fora batidas e pressão, líquidos e umidade em excesso são os piores inimigos da tela LED. Se cair algum líquido na tela do seu aparelho, seque imediatamente para evitar manchas ou, pior, que entre no aparelho e o danifique internamente. Evite também lugares muitos úmidos, como banheiro e cozinha. Ficar exposto à umidade excessiva pode causar uma série de problemas nas telas e nos aparelhos eletrônicos como um todo.

Pixels

Algumas telas de LED podem apresentar pixels mortos – quando os quadradinhos que formam a imagem da tela para de funcionar e ficam com a cor preta -, ou pixels travados – quando ficam brancos ou com uma unica cor. Existem alguns métodos para tentar fazer eles voltarem a funcionar, como aplicar pressão na região. Porém, tome cuidado: esses métodos são perigosos e podem danificar ainda mais a tela. Se os pixels de uma tela LED começarem a desligar ou travar em uma única cor, o mais indicado é procurar uma assistência técnica autorizada.

tela LED como limpar

Outros cuidados com sua tela LED

No caso de monitores, notebooks e televisões, evite tocar na tela com os dedos para não criar manchas de gordura. Outra boa dica é ajustar o brilho, quanto maior o brilho da imagem, menos horas de vida da tela. Claro, você não precisa usar sempre a tela com o mínimo de brilho, mas pode ajustar para uma imagem confortável com brilho médio.

Como limpar adequadamente

A limpeza das telas de LED causam muitos danos aos aparelhos. É preciso ter muito cuidado, pois não deve-se usar qualquer pano e produto de limpeza. Guardanapos e panos de tecidos ásperos podem arranhar a tela e desinfetantes e álcool são muito agressivos e podem estragar a imagem.

Antes de limpar sua tela, desligue o aparelho. Use uma flanela, um pano macio de microfibra ou um 100% algodão. Alguns produtos vem com um pano especial para limpeza e também é possível comprar um kit de limpeza para tela LED que vem com pano, produto e pincel adequados. É possível encontrar este kit em loja de informática por cerca de R$ 30.

Se o problema é apenas pó, você pode usar o pano seco ou o pincel para tirar a sujeira. Porém, se você tem manchas de gordura, irá precisar do produto especial. Nunca aplique o produto direto na tela, coloque ele primeiro no pano e depois faça movimentos circulares na superfície com pouca pressão, sem esquecer dos cantos. Antes de ligar o aparelho de volta, espere secar bem.

Leia também:

Como funciona a garantia e assistência técnica de eletrônicos
O que fazer quando meu notebook não liga?
Reviews e comentários: como utilizá-los na hora de comprar online

Publicado em

Qual é a melhor TV – Plasma, LCD, LED ou OLED ?

Nós vivemos cercados por telas, mas são tantas especificações técnicas e a tecnologia evolui tão rápido que é difícil acompanhar como cada tipo de tela funciona e os prós e contras de cada um. Plasma, LCD, LED, OLED, qual é a verdadeira diferença entre elas? Afinal, como escolher uma TV?

Aparentemente elas podem parecer a mesma coisa: são telas finas com imagem em alta definição, mas elas funcionam de maneira diferente e possuem características que as tornam ideais para diferentes situações.

TV Plasma

A TV de Plasma oferece uma imagem com extrema fidelidade de cores, um ótimo nível de contraste, brilho e nitidez – nível de cinema. A tela é criada com duas finas placas de vidro com eletrodos entre elas. Para que os eletrodos sejam ativados, eles carregam o Plasma, um gás ativado por um impulso elétrico. Cada pixel é iluminado individualmente e possui três células (vermelha, verde e azul) e toda as cores que se vê na tela são formadas a partir dessas três.

Com esse sistema, temos mais brilho e nitidez, mesmo quando vista em diferentes ângulos. E, ao contrário das outras, o pixel com a cor preta não acende, deixando o tom preto ao invés do acinzentado dos outros tipos de tela.

Além disso, ela tem uma frequência maior de imagem, o que evita borrões em cenas de grande movimento. Porém, ela também traz uma série de pequenos problemas. A tela sofre muito com reflexos, não sendo indicada para lugares iluminados. Além disso, este tipo de tela é muito mais pesado que as outras opções, não é tão fina, gasta mais energia (60% a mais) e é mais frágil.

Por estes motivos, a TV de Plasma está deixando de ser fabricada. Ainda há empresas que produzem e bastante opções à venda no mercado, mas a tendência é que esta tecnologia fique para trás.

Leia também:

Resoluções HD, Full HD, 4K e 8K: qual a diferença?
Qual a melhor marca de TV e Smart TV
As melhores TVs para assistir futebol

TV LCD

A tela LCD é formada por várias camadas, sendo uma de milhões de moléculas de cristal líquido. Estas moléculas orientam a luz que vem de uma outra camada traseira com diferentes tipos de lampadas (como LEDS).

Cada tipo de de LCD (como GH, TN, STN e LED) tem suas características próprias, mas, em geral, é uma tela que não consome tanta energia, emite pouca radiação nociva e não cansa tanto os olhos.

No início, a imagem da tela LCD ela era claramente inferior às telas de plasma, porém os produtores estão resolvendo estes problemas e as telas estão evoluindo muito rapidamente. E, como é uma tecnologia mais barata, mais leve e com maior durabilidade, ela está tomando conta do mercado, principalmente a TV de LED, que é um tipo de TV de LCD.

TV LED

Como dissemos, a TV de LED é uma TV de LCD que é feita com lâmpadas de LED. As lâmpadas de LED são mais brilhantes que os outros tipos e consomem ainda menos energia. A TV de LED é uma das mais finas e mais leves do mercado.
tv
A imagem é de alta qualidade, com nitidez e contraste superior aos outros tipos de LCD e funciona bem em lugares bem iluminados. Por esses motivos, ela está tomando conta do mercado.

TV OLED

OLED é a tecnologia de ponta. Ela começou a ser criada no começo dos anos 80, mas é considerada a evolução da TV de LED. Ela funciona com diodos orgânicos compostos por moléculas de carbono que emitem luz quando recebem uma carga elétrica. Por isso, ela não precisa de luz de fundo (como as de LCD) ou de luz natural. Ela não possui compostos metálicos e cristais líquidos e é isso que possibilita uma tela ainda mais fina, flexível e que gaste ainda menos energia.

As imagens dela são mais nítidas (inclusive as cores pretas) e trazem maior brilho e contraste que as de LED. Essas telas possuem maior ângulo de visão e podem ser usadas em modelos curvos.

Porém, é uma tecnologia que está sendo explorada pelo mercado há pouco tanto e, portanto, ainda são caras. Uma televisão de 55 polegadas pode ser encontrada a partir de R$7 mil, enquanto uma TV de LED do mesmo tamanho pode custar menos de R$3 mil.

Na dúvida para escolher a TV ideal para você?
Experimente o Assistente de Compras do Shoptutor!

Ele avalia o uso que você fará da televisão, analisa as fichas técnicas e recomenda o modelo que melhor atende ao que você quer!

Encontre Sua TV Ideal!