Publicado em

Processador Intel Core i3, i5 ou i7?

Mesmo quem não entende muito sobre computadores já deve ter ouvido falar nos processadores Intel Core. Nos últimos anos, os modelos i3, i5 e i7 da marca dominaram o mercado. Claro, há bons processadores produzidos por outras empresas, como AMD, mas os da Intel sem dúvida são os mais populares, reconhecidos pela alta qualidade.

De uma maneira simplória, pode-se dizer que o Intel i3 é inferior ao Intel i5, que é inferior ao i7. Os i3 possuem dois núcleos (dual core) e os i5 e i7 podem ter dois ou quatro núcleos de processamento (dual core ou quad core). Porém, há diferentes modelos de cada série e vale a pena prestar atenção em outros detalhes técnicos.

O que significa cada nome?

Todos os processadores das séries “i” possuem um nome como “i5-5257U”. A primeira parte se refere a série (i3, i5 ou i7), o número seguinte determina a qual geração ele pertence (5ª, neste caso), os três números seguintes indicam o desempenho do processador em relação a outros da mesma linha (um i5-5257U será superior ao i5-5250U), e a letra final pode indicar algumas características específicas do modelo.

A letra “U” significa “Ultra Low Power”, um processador exclusivo para notebooks que consome menos energia que os demais. Os modelos “Y” refere-se a “Low Power”, os processadores que economizam bateria mais antigos que os “U”. Os “T” são ‘Power Optimized”, que indica modelos para desktop com alta eficiência energética. Os “Q” são “Quad-Core”, modelos com quatro núcleos físicos de processamento. Os “H” são “High-Performance Graphics” – chipsets com as melhores placas de vídeo embutidas do mercado. Por último, os “K” são “Unlocked”, processadores passíveis de overclock (uma maneira de acelerar e garantir mais desempenho do processador).

Com essas informações, fica mais fácil entender o modelo do processador pelo nome. O desempenho da série segue a numeração de forma crescente, de i3 para i7. Em relação à geração, normalmente, a geração mais recente é superior (os modelos de 6ª geração são os mais modernos do mercado). Para avaliar os três últimos números, basta saber que o que possui número mais alto é superior. E, em relação à última letra, a escolha irá depender de que uso você irá fazer do computador.

Outros detalhes:

Além disso, os processadores da Intel podem ter a tecnologia Hyper-Threading, que cria núcleos virtuais de processamento. É uma maneira do processador “trabalhar em dobro” sem ativar o segundo núcleo – o que gastaria mais energia. Apesar do i5 ser superior ao i3, a série intermediária é á única que não trabalhar com esse funcionalidade.

Porém, os modelos Intel Core i5 e i7 possuem o Turbo Boost, que incrementa a velocidade do clock do processador automaticamente de acordo com a demanda – ideal para quem trabalha com edição de vídeos ou joga games com gráficos complexos.

Também vale a pena ficar atento à memória cache, que é uma memória extra do processador, como uma RAM exclusiva. Quando mais memória cache o processador tiver, mais rapidamente executará tarefas simples. Em geral, os i3 possuem 3 MB, os i5 até 6 MB e os i7 até 8 MB.

Cada processador Intel vem equipado com um GPU (Unidade de Processamento Gráfico). Há três modelos: Intel HD, Intel Iris e Intel Iris Pro. Além disso, lembre de conferir a frequência de atuação, que é medida por GHz (quanto maior, melhor) e também a largura de banda, que é a velocidade de transferência de dados para dentro e fora do processador. Os processadores com o recurso QPI (i7 da série 900) aumentam a largura de banda e possibilita taxas de transferências de até 25.6 GB/s.

Qual Intel Core devo escolher?

Não há uma resposta pronta para essa pergunta. Em geral, o Intel Core i3 é recomendado para usuários mais básicos, que utilizam o computador para navegar na web, editar arquivos de texto, ouvir músicas e ver vídeos. Os modelos i5 são para usuários intermediários e possuem um bom custo-benefício. Os processadores desta série suportam algumas tarefas mais pesadas, apesar de poderem apresentar lentidão. Os i7 são os top de linha, indicadas para gamers “sérios” e profissionais que trabalham com edição de imagens e vídeos.

Principalmente se você é um usuário que exige um hardware potente, fique atento para as outras características, como geração do modelo, o número da série, a letra da especificação, memória cache, GPU e velocidade.

Notebook i3 básico:

[busca-oferta category=”notebook” brand=”Lenovo” reference=”80JE000HBR”]

Este modelo de 14 polegadas da Lenovo é uma boa opção para quem quer economizar. Ele possui um processador Intel Core i3-5005U (quinta geração), 2 GHz, 3 MB de memória Cache, placa de vídeo integrada HD Graphics 5500, com 4GB de memória RAM e 1Tb de armazenamento. É uma boa opção para quem precisa de um computador para executar tarefas básicas e não quer gastar muito.

Notebook i3 destaque:

[busca-oferta category=”notebook” brand=”Dell” reference=”I13-7348-C10″]

Este Dell Inspiron é para quem deseja mais potência e sofisticação em um notebook. Ele é um 2 em 1 – um modelo super fino e leve que vira tablet e tem tela de 13 polegadas touch screen. O processador Intel Core é um i3-5010U (5ª geração), com 2.1 GHz, 3 MB de memória cache, placa de vídeo integrada HD Graphics 5500. São 4 GB de memória RAM e 500 GB de armazenamento. É um modelo mais potente que une um hardware veloz com um modelo ultra portátil e prático.

Notebook i5 básico:

[busca-oferta category=”notebook” brand=”Lenovo” reference=”80JE000GBR”]

Este Lenovo G40-80 de 14 polegadas é um i5 com ótimo preço. Ele é equipado com um processador i5-5200U (5ª geração), 2.2 GHz, 3 MB de memória cache, placa de vídeo Intel Graphics 5500, 8 GB de memória RAM, 1 TB de armazenamento.

Notebook i5 potente

[busca-oferta category=”notebook” brand=”Acer” reference=”E5-574G-574L”]

Este Acer consegue unir um hardware potente com um bom preço. Ele vem equipado com um processador Intel Core i5-6200U (6ª geração), 2.3 a 2.8 GHz, 3MB de memória cache, placa de vídeo dedicada NVIDIA GeForce 920M,8 GB de memória RAM, 1 TB de armazenamento. Um modelo de 15.6 polegadas com acabamento destaque em cor grafite.

Notebook i7 básico:

[busca-oferta category=”notebook” brand=”Samsung” reference=”NP270E5K-XW3BR”]

Este modelo da Samsung é um dos i7 mais baratos do mercado. Ele possui um processador Intel Core i7-5500U (5ª geração), 2.4 GHz até 3.0 GHz, 4 MB de memória cache, 8 GB de memória RAM, placa de vídeo dedicada NVIDIA GeForce 920M e 1 TB de armazenamento. É um hardware potente, indicado para quem trabalha com softwares pesados e games e tem um preço atraente.

Notebook i7 top de linha:

[busca-oferta category=”notebook” brand=”Dell” reference=”I15-7559-A20″]

Este é um computador potente especial para gamers. Ele é equipado com um processador Intel Core i7-6700HQ (6ª geração), 2.6 GHz até 3.5 GHz, 6 MB de memória cache, placa de vídeo NVIDIA GeForce GTX 960M, 8 GB de memória RAM e 1 TB de armazenamento. O modelo de 15.6 polegadas promete 11 horas de autonomia de bateria.

Procurando um Notebook novo?

Acesse o Assistente de Compras

Leia também:

Notebook, ultrabook ou netbook: como escolher?
Melhores notebooks para edição de imagens
Melhores marcas de notebook no mercado

Publicado em

Google Pixel: tudo sobre o novo smartphone e o evento

O evento do Google da última terça-feira trouxe grandes novidades para todo mundo que tem interesse em tecnologia. Foi o evento da empresa com mais anúncios dos últimos anos, com notícias em diferentes áreas, como smartphone, smart TV e realidade virtual. Porém, a grande estrela da noite foi o novo smartphone da empresa: o Google Pixel.

Google Pixel: o novo smartphone

pixel google phone
O Google não possui smartphone próprio desde a série Nexus. Agora ele invade o mercado com um aparelho top de linha para concorrer iPhone 7 e o Galaxy S7 Edge. Ele possui um design clean, com opções em preto, azul e prata, em um corpo de alumínio com detalhes em vidro e um leitor de digitais na parte de trás.

Com opções de 5 e 5.5 polegadas, o Google Pixel tem painel AMOLED, com Gorilla Glass 4 e vidro 2,5D. Ele oferece uma câmera potente, a primeira a receber nota 89 do DxOMark – nota superior ao Galaxy S7 Edge e do iPhone 7. A câmera traseira possui 12,3 MP, com lente de abertura f/2.0 e foco laser. A frontal tem 8 MP, com abertura de f/2.4 e foco fixo. O Google ainda oferece espaço ilimitado no Google Fotos para armazenar fotos e vídeos feitos com o Pixel com resolução original (incluindo vídeos 4K). Para completar, ele vem com saída de áudio P2 (3,5 milímetros).

O hardware faz jus ao modelo: processador quad core Snapdragon 821 de 2,15 GHz, 4 GB de memória RAM LPDDR4 e armazenamento de 32 ou 128 GB (não é expansível com microSD). A bateria é potente (2.770 mAh para o de 5” e 3.450 mAh para o de 5,5”) e promete 7 horas de autonomia depois de carregar por apenas 15 minutos.

O Google Pixel ainda tem duas tecnologias exclusivas. Primeiro, ele é o único smartphone com o Google Assistant – o novo assistente pessoal do Google que entende linguagem natural, responde perguntas e realiza tarefas através de comando de voz. Em segundo, ele é compatível com o novo óculos de realidade virtual do Google – o Daydream View, do qual falaremos mais abaixo.

Nos Estados Unidos, o smartphone será vendido por US$ 649 – mesmo valor do iPhone 7 mais básico. O Google ainda não confirmou quando o aparelho será vendido no Brasil.

Confira a apresentação do aparelho:

Óculos Daydream View

oculos google daydream
É o novo óculos de realidade virtual do Google. Ele funciona como o Gear VR, com um smartphone acoplado ao óculos (compatível com as duas versões do Pixel). Porém, o modelo tem um grande diferencial: ele possui um acabamento de tecido que o torna 30% mais leve que os concorrentes e (de acordo com o Google) muito mais confortável. O óculos possui três versões: bordô, cinza e gelo.

O aparelho ainda oferece um controle remoto para controlar a interface da realidade virtual do Google, que oferece aplicativos de Android e jogos adaptados para o sistema. Com ele, é possível assistir vídeos e ver fotos em 360 graus, além de jogar games imersivos. A empresa prometeu que haverá mais de 50 apps e jogos na loja do Daydream até o final do ano (incluindo Netflix e HBO)

Ele será vendido nos Estados Unidos por US$ 79 (R$ 256).

Novo Chromecast Ultra

novo chromecast
O Google aproveitou o evento para lançar a nova versão do Chromecast. O novo modelo é duas vezes mais rápido que a versão anterior. Ele terá ainda suporte para streaming de vídeos em 4K, HDR e Dolby Vision. Sabendo que muitos roteadores podem não aguentar uma transmissão em alta definição, o Google adicionou um adaptador de tomada para conectar o Chromecast Ultra por cabo de rede.

Ao conectar o aparelho à TV, ela se transforma em uma smart TV e o smartphone do usuário um controle remoto. A nova versão custará US$ 69 nos Estados Unidos – quase o dobro da versão atual que custa US$ 35.

O Google ainda aproveitou o evento para anunciar o valor do Google Home, assistente residencial inteligente da empresa anunciado no Google i/o em maio. Ele irá custar apenas US$ 129.
A empresa também anunciou o roteador da marca: o Google Wifi. É um aparelho pequeno, discreto e com design simples que pode ser controlado por um aplicativo de smartphone. O gadget também serve para “espalhar” o alcance de sinal pela casa, utilizando mais de um aparelho.

google home novo

Leia também:

Como escolher um BOM smartphone?
Smartphone e Smart TV precisam ser compatíveis?
Notebook leve e fino: 8 modelos para quem busca mobilidade

Publicado em

Como escolher um bom smartphone?

O smartphone é sem dúvida o eletrônico mais complexo que existe. É um computador potente dentro de um corpo pequeno, que precisa ter uma tela de qualidade, ser leve, ter um design atraente, ser resistente, uma conexão com a internet veloz, boa autonomia de bateria e tirar fotos incríveis. É uma máquina complexa e uma tecnologia que evolui com extrema rapidez. Não é à toa que os principais fabricantes lançam novos modelos com tecnologias inovadoras todos os anos e muitas pessoas trocam de aparelho anualmente. É um mercado em rápida evolução e extremamente competitivo – difícil de acompanhar. Mas calma, vamos te ajudar a entender qual o melhor smartphone para você!

Para escolher o smartphone ideal, você precisa entender qual o seu perfil de uso e quais as suas prioridades no aparelho. Você quer uma câmera potente? Ou hardware de alta performance? Você precisa de uma tela grande e de alta resolução para ver filmes? Ou prefere um aparelho leve e prático para carregar no bolso?

Pense nas suas prioridades no uso e analise as características abaixo para encontrar qual o melhor smartphone para você:

Tamanho de tela:

escolher tamanho smartphone
Os celulares possuem telas de diferente tamanhos, desde os pequenos de 3.5’’ até os phablets com mais de 5’’, podendo chegar até 6’’. Lembrando que uma polegada é igual a 2,54 cm e o tamanho de tela é medido na diagonal, do canto direito inferior para o canto esquerdo superior.

O tamanho de tela interfere muito no uso do celular. Uma tela grande será boa para ver vídeo e jogar games, além de ser mais confortável de digitar. Por outro lado, uma tela grande exige um smartphone grande, que pode ser ruim de segurar apenas com uma mão, não caber no bolso e ser muito pesado.

Tipo de tela:

telas de smartphone
Talvez mais importante que o tamanho da tela, seja verificar o tipo de tela para saber qual o melhor smartphone pra você. O tipo de tela vai ser responsável por criar imagens com brilho, contraste e cores mais reais. Há várias tecnologias de tela, desde as LCD, OLED, AMOLED, Super AMOLED e IPS. As telas LCD utilizam cristais líquidos e uma camada de luzes por trás (normalmente de LED). As IPS são telas de LCD que utilizam uma tecnologia para organizar o cristal líquido de forma que a reprodução de cores fica mais fidedigna e melhora o ângulo de visão.

A tela OLED utiliza Diodos Orgânicos no lugar dos cristais e não precisam de backlight para emitir luz, já que os compostos orgânicos emitem sua própria luz. Por isso, a tela consome menos bateria e produz cores com maior fidelidade e contraste. A tela AMOLED utiliza a mesma tecnologia, mas a cor preta é “criada” com diodos desligados, o que torna o contraste ainda melhor.

Resolução:

resolucao
A resolução tem a ver com quantidade de pixels – a menor unidade de informação de uma tela, que emite apenas uma cor. Há telas de 128×128 pixels – extremamente baixas. Assim como há opções com resolução 4K (3840 x 2160). Em geral, uma resolução alta é melhor pois uma quantidade grande de pixels cria imagens mais nítidas. Porém, na verdade, o que torna uma imagem mais nítida e faz com que não seja possível ver o “quadriculado” dos pixels é a densidade de pixel.

Um resolução 3840 x 2160 faz todo diferença em uma TV com tela grande. Porém, em um smartphone, é difícil perceber a diferença entre uma tela Full HD e 4K. Para espremer tantos pixels em um espaço tão pequeno eles se tornam tão pequeno que o olho humano não é capaz de perceber.

Seguindo essa lógica, os smartphones da Apple não usam os padrões HD (1280 x 720 pixels), Full HD (1920 x 1080 pixels) e 4K. Eles utilizam 326 ppi (pixels per inch) – uma densidade de pixel que supera a capacidade de distinção do olho humano. A quantidade de pixels em si varia de acordo com o tamanho da tela, mas sempre mantendo os 326 ppi.

Câmera:

camera smartphone
As câmeras dos smartphones estão ficando cada vez melhores e mais complexas. O número de megapixels é importante, pois determina o número de pixels que a imagem vai ter. Além disso, é importante levar em consideração a abertura, representada pela letra “f”, que determina o tamanho do obturador e a quantidade de luz que irá entrar; a velocidade, que determina o tempo que o obturador fica aberto; o ISO, que é a sensibilidade do sensor da câmera; e o foco, que pode ser por contraste ou laser – sendo o segundo mais rápido e nítido.

Ainda há outras tecnologias extras que alguns modelos oferecem como HDR, que ajuda a registrar imagens com intensidade de luz diferentes; a estabilização eletrônica ou óptica de imagem, que tenta evitar imagens tremidas e sem foco; as lentes, que podem ser de melhor ou pior qualidade; a resolução de gravação de vídeo.

Leia também:

Os 7 melhores smartphones para viajantes
Smartphone e TV precisam ser compatíveis?
Os smartphones com as melhores câmeras do mercado

Processador:

processador smartphone
O processador é o cérebro do aparelho, fundamental para que o smartphone funcione com agilidade e fluidez, sem lentidão e sem travar. Para escolher um bom processador, você precisa analisar o número de núcleos que o processador possui (dual core, quad core, octa core) e a velocidade dele, que pode ser 1 GHz, 1.5 GHz. Em ambos os casos, quanto mais melhor.

Memória RAM:

smartphone memoria ram
Junto com o processador, a Memória RAM é a principal especificação relacionada ao bom funcionamento do smartphone. É a memória RAM que armazena os programas e arquivos que estão abertos e permite que eles rodem com rapidez. Um celular com menos de 1 GB de RAM deve apresentar bastante lentidão. Em geral, os smartphones intermediários estão equipados com memórias de 2 GB.

GPU (Placa de vídeo):

gpu smartphone
Alguns smartphones possuem placas de vídeo, normalmente descrita como GPU. Um smartphone equipado com GPU possui melhor renderização de gráficos, com imagens mais fieis e velozes. Um smartphone com GPU é interessante para quem gosta de jogar games no celular ou ver vídeos em alta resolução.

Armazenamento:

micro sd smartphone
O armazenamento do celular vai ser responsável por guardar os aplicativos, fotos, músicas e vídeos que você tiver. A importância de uma capacidade grande de armazenamento vai depender do seu estilo de uso. Se você gostar de ter muitos apps e muitas músicas no celular e não tem paciência para ficar passando as fotos para o computador para deletar do aparelho, você precisa de muitas gigas disponíveis.

Atualmente, a maioria dos celulares aceitam cartão microSD, que normalmente expande o armazenamento em até 128g, então é possível resolver o problema de “pouco espaço” com facilidade. Porém, é importante ficar atento a modelos que não aceitar cartão de memória, como o iPhone.

Sistema operacional:

sistemas smartphone
Os smartphones podem vir com três sistemas operacionais: iOS, Android e Windows Phone. O iOS é o famoso sistema operacional da Apple e está presente apenas nos iPhones. Ele é intuitivo e ágil, mas bastante restrito em termos de personalização. O Android é o sistema mais utilizado no mundo, com maior número de aplicativos e facilmente customizável. Infelizmente, ele também é o mais vulnerável à vírus. O Windows Phone é o mais recente e menor em número de usuários, ele possui uma interface bastante diferenciada e ótima integração com os programas da Microsoft. Para saber qual o melhor smartphone destes três, analise o que é mais importante para você.

Bateria:

bateria smartphone
A capacidade de armazenamento de uma bateria é medida em miliamperes (mAH) – quanto mais, melhor. Porém, mais do que o número, é preciso levar em consideração se o modelo consome muita bateria. Um smartphone com tela maior, painel LCD e um processador potente deve gastar mais bateria que um smartphone mais básico.

Os smartphones intermediários mais recentes estão equipados com bateria de pelo menos 2900 mAh.

Resistência:

smartphone resistente
Por ser um aparelho móvel, o smartphone sofre muito com quedas, umidade e sujeira. Em função disso, estão surgindo modelos resistentes à água (o que quer dizer que sobrevive a uma água derramada, não que pode tirar fotos em baixo d’água), à prova d’água e resistentes à poeira. Além disso, há telas resistentes a choques, como as Gorilla Glass e a nova Moto ShatterShield. Estas telas não devem quebrar ou rachar – ideal para os mais distraídos.

Qual o melhor smartphone?

Essas são as principais características de um smartphone. É importante conhecer estes pontos para saber como escolher o melhor smartphone para você e o primeiro passo é entender o que é importante para o seu perfil de uso e por quais tecnologias vale a pena pagar. Depois, também é importante levar em consideração o design – que normalmente é uma escolha bastante pessoal. Boas compras!

Está procurando um Smartphone novo?

Deixe seu email e seja convidado para o pré-lançamento do Assistente para Smartphones!
[mc4wp_form id=”168075″]

Publicado em

Android, iOS ou Windows Phone – Qual o melhor smartphone?

Na hora de procurar o melhor smartphone, as pessoas costumam se preocupar com a marca, o hardware e o design, mas dificilmente analisam os sistemas operacionais. Só que o sistema operacional é o principal responsável pela experiência do usuário! Ele é o canal de interação do usuário com o aparelho e pode fazer toda a diferença em relação a agilidade do aparelho e a disponibilidade de aplicativos.

Se fosse possível utilizar o mesmo modelo de celular com iOS, Windows Phone e Android, daria pra perceber como o sistema operacional muda a experiência do usuário. Um sistema oferece mais aplicativos, enquanto outro disponibiliza apps mais confiáveis. Um possui um assistente pessoal mais inteligente e o concorrente é menos vulnerável a vírus. Ainda tem aquele que é super personalizável e a outra opção que é completamente fechada.

Cada um dos três sistemas operacionais possuem suas características próprias e combinam mais com um tipo de usuário. Conheça melhor os três grandes sistemas operacionais de smartphone e entenda qual se adequa melhor ao seu perfil:

Smartphones Android

android smartphone

O Android é o sistema operacional do Google, campeão em número de usuários – há mais de um bilhão de aparelhos ativos com o sistema! O Android possui código-fonte aberto e é licenciável, então qualquer fabricante que atender os pré-requisitos do Google pode utilizá-lo. Por isso, ele é utilizado em celulares de diversos fabricantes como Samsung, Motorola, LG, Sony e Asus.
É possível encontrar o sistema Android em um modelo de entrada, como um Positivo S420, que custa menos de R$ 300, e o no Galaxy S7, o top de linha da Samsung, que custa R$ 2,8 mil.

O Android é facilmente personalizável – um grande ponto a favor para quem gosta de organizar as coisas do seu jeito. É possível mudar temas, fontes, ícones, cores, teclados, etc. Além disso, os fabricantes costumam adaptar o sistema, criando uma versão para os seus aparelhos – o que quer dizer que você pode encontrar diferenças no sistema de um celular Samsung e um Motorola.

Os smartphones Android trazem o assistente pessoal Google Now. O usuário pode falar com ele dizendo o comando de voz “Ok, Google” e fazer perguntas, pedir recomendações, lembretes e controlar atividades, como ligar para um contato.

google now

O sistema é atualizado frequentemente (muitas vezes para ser mais seguro contra esses vírus), mas como as atualizações são liberadas pelos fabricantes, podem demorar mais em alguns modelos. Além disso, se você possui um smartphone básico, deve ter problema para rodar a versão mais recente do sistema, assim como os aplicativos mais modernos.

Aplicativos Android

A interface do Android é bastante intuitiva. Alguns aplicativos (o usuário escolhe quais) ficam expostos em ícones na tela principal, como programas na área de trabalho de um computador. Os outros, podem ser encontrados ao selecionar a área de apps, que normalmente é acionada no ícone de círculo com seis pontos, que costuma ficar na parte inferior da tela. As configurações de internet, alarmes, brilho de tela, GPS e outros ficam na parte superior da interface, bastando “puxar” a aba superior com o dedo. As notificações de aplicativos aparecem na tela e depois também permanecem nessa aba superior.

Por ser o maior sistema operacional, ele também é o que possui maior número de aplicativos, incluindo milhares de opções gratuitas que são baixados através do Google Play – a loja de apps do Google. Por oferecer mais opções de apps, ele também é o sistema mais vulnerável a softwares maliciosos e vírus – assim como o Windows é o sistema operacional para computadores mais vulnerável.

iOS

ios sistema
O iOS é sistema operacional da Apple e é utilizado exclusivamente nos aparelhos mobile da marca. Ele é famoso por seu design consagrado, intuitivo, bonito e extremamente rápido. Claro, esta agilidade não é mérito apenas do sistema, mas do aparelho em si: o iPhone da Apple é um celular top de linha de alta qualidade.

Certamente você não terá problema de lentidão se comprar uma das últimas versões. Porém, se você estiver utilizando um modelo antigo, pode ter tantos problemas quanto um usuário que possui um modelo de entrada com Android. Além disso o preço costuma ser uma grande barreira para os consumidores: os modelos mais recentes costumam ser vendidos por quase R$ 3 mil.

Como o sistema é desenvolvido especialmente para iPhones, a compatibilidade entre o sistema e o aparelho é perfeita – o que pode não acontecer no Android. A atualização do sistema é extremamente confiável. O iOS é atualizado várias vezes ao ano e é distribuído em todos os aparelhos da marca, com exceção dos mais antigos (4 ou anterior).

O iOS possui o assistente inteligente Siri, que é capaz de receber comandos de voz para criar lembretes, alarmes, passar informações, pesquisar na internet e fazer atividades no smartphone.
siri ios

Um dos grandes poréns é que o sistema não é nada personalizável. A Apple costuma ter uma política bastante rígida em seus aparelhos e não é possível modificar muitas coisas no IOS – apenas o fundo de tela e a ordem dos apps. Do mesmo modo, os iPhones tem dificuldade para “conversar” com dispositivos e equipamentos que não sejam da Apple (que costumam ser bastante caros).

Esta política “fechada” da marca também dificulta a transferência de arquivos. Para transferir músicas para o smartphone, é preciso utilizar o iTunes, da Apple. Outro problema é que os iPhones não tem compatibilidade com cartões de memória MicroSD. Ou seja, o armazenamento não é expansível.

Aplicativos iOS

A App Store (loja de aplicativos do iOS) possui menos aplicativos que a Google Play, mas possui vários apps exclusivos e de melhor qualidade, já que a Apple é mais criteriosa na hora de aprovar um novo software em sua loja. Em função disso, o IOS é menos vulnerável a vírus e softwares maliciosos.

A interface é similar a do Android. Na verdade, a do Android é similar a do iOS, já que o iOS veio primeiro. Ele também dispõe os ícones dos aplicativos na tela principal e configurações na aba superior, porém, os detalhes do design do sistema são diferentes.

Windows Phone

widnows phone
O Windows Phone é o sistema operacional da Microsoft e o mais recente dos três, lançado em 2010. Apesar de não ser código aberto, ele também é licenciável e pode ser encontrado em celulares de diferentes marcas, como o Lumia, HTC e LG. Um diferencial é que a Microsoft é mais exigente que o Google em relação ao hardware e não permite que smartphones de baixa qualidade utilizem o sistema.

O sistema é bastante intuitivo, mas, se o usuário está acostumado com Android ou IOS, exige um pouco de treino para utilizar, já que possui uma interface diferente dos outros sistemas. Ela é composta por grandes blocos quadrados que podem ser aplicativos, arquivos, sub menus, entre outros. Estes blocos são customizáveis – sendo possível escolher quais conteúdos e apps você deseja ver primeiro e ter acesso rápido.

Cortana é o assistente pessoal da Microsoft, que trata o usuário pelo nome e responde dúvidas do usuário como clima, reservas, e notificações via áudio. A Cortana possui basicamente as mesmas funções do Google Now, informando o usuário de temas do seu interesse, respondendo dúvidas e realizando atividades através de comandos de voz.
cortana windows

Aplicativos Windows Phone

A última versão do sistema (Windows 10) é completamente integrada a aplicativos usados em outros dispositivos como Xbox, Cortana, Pacote Office e outros. Ou seja, se você é um usuários destes programas, poderá sincronizar eles no seu smartphone.
O Windows Phone possui bem menos aplicativos do que as outras duas opções de sistemas – apesar de possuir a maior parte dos aplicativos mais famosos ou ter opções compatíveis.

Qual o melhor smartphone?

É fácil perceber que não há como afirmar que um sistema é melhor que o outro – ou mesmo qual o melhor smartphone. Essa escolha depende do perfil do usuário e de quais são suas prioridades. Se você quer um sistema que não irá lhe causar problemas e não se importa com o fato de não poder personalizar o smarpthone – e nem com investir um valor alto no aparelho, o iOS pode ser a melhor opção.

Porém, se você quer um sistema intuitivo ,com muitas opções de apps e liberdade para customizar seu aparelho, o Android é mais indicado. Caso você seja um usuário dos programas da Microsoft ou queira um sistema diferente, que oferece um bom meio termo em relação à proteção contra vírus e personalização, o Windows Phone pode ser a melhor opção.

Leia também:

Os 7 melhores smartphones para viajantes
Smartphone e Smart TV precisam ser compatíveis?
Os smartphones com as melhores câmeras do mercado

Publicado em

Melhores notebooks para crianças e adolescentes

O notebook se tornou tão multiuso que é cada vez mais comum crianças e adolescentes terem o seu próprio aparelho. Ele pode ser usado para fazer trabalhos do colégio, para jogar games, para assistir filmes e séries, para navegar na web e ganha pontos extras por ser portátil. Assim, as crianças podem levar o aparelho para casa de familiares e amigos, para viagens e até para o colégio. Mas sabemos que escolher um bom notebook para crianças pode ser uma tarefa difícil.

É importante pensar na resistência do notebook e a maioria dos pais não quer gastar muito dinheiro em um para seu filho, mas é possível comprar modelos básicos por valores acessíveis.

Também é bastante comum que crianças e adolescentes queiram um computador com design arrojado e diferente, então vale a pena levar o visual em consideração. Além disso, é importante pensar nos hobbies do seu filho. Se ele gosta de jogar game, uma boa placa de vídeo, com um processador potente é necessário. Para assistir filmes e séries, é preciso um hardware intermediário, mas mais modesto que para games.

Confira nossa seleção de 6 bons modelos de notebook para crianças e adolescentes:

[busca-oferta category=”notebook” brand=”Samsung” reference=”XE500C13-AD1BR”]

O Chromebook Samsung é uma ótima opção de notebook para crianças que atende quem busca um modelo fácil de carregar e barato. Ele tem uma tela de 11.6 polegadas, 1,7 cm de espessura e pesa apenas 1.15 kg. O design é um dos destaques, com uma tampa traseira preta com uma textura de pequenos furinhos. Ele possui um teclado ergonômico com telas curvas ideal estudantes que precisam digitar por bastante tempo.

O modelo vem equipado com um processador Intel Celeron N3050 de 1,6GHz, 2GB de memória RAM e 16 GB de armazenamento interno. É uma configuração básica, mas que é mais do que suficiente para navegar na web, editar arquivos de texto e ouvir música. O aparelho é tão barato e leve porque ele tem um conceito diferenciado: ele roda o sistema operacional Chrome OS. Ele funciona como uma versão mais completa do navegador Chrome, onde é possível navegar na web, editar arquivos de texto, ouvir música e assistir vídeos. Vale lembrar: nada de baixar programas e games, tudo acontece no navegador e extensões do Chrome.

Pode parecer estranho, mas ele é capaz de executar todas as atividades que a maioria das pessoas faz no dia a dia com agilidade. Além disso, a bateria promete durar 11 horas foras da tomada!

[busca-oferta category=”notebook” brand=”Positivo” reference=”ZX3040″ image=”https://dz32hknk0kp64.cloudfront.net/produto/7896904681147/2-positivo-zx3040.png”]

Esse Positivo é uma ótima opção de notebook para crianças porque ele se transforma em tablet (ótimo para assistir vídeos e desenhar) por sua tela touch de 10 polegadas. Ele ainda é extremamente leve (1,09 kg) e super barato.

O processador é Intel® Atom™ Quad Core de 1.33 GHz e a placa de vídeo integrada Intel HD Graphics, com 1GB de RAM e 16 GB de armazenamento SSD. Este não é um hardware potente e certamente não serve para jogar games, mas é mais do que suficiente para fazer os trabalhos da escola, navegar na web e ouvir música. O modelo ainda conta com duas webcams integradas, saída HDMI e USB

Apesar do hardware modesto, ele é um notebook para crianças super moderno e prático, já que pode ser levado com facilidade para todos lugares e usado de diferentes formas.

[busca-oferta category=”notebook” brand=”Acer” reference=”R3-131T-P7QW”]

Este Acer é outro modelo 2 em 1 – notebook que se transforma em tablet. Este aparelho é ultra leve e fino, com uma tela de 11.6 polegadas. Ele tem acabamento em azul que é muito popular entre os notebooks para crianças.

O processador é Intel Pentium Quad Core 1.6 GHz e são 4GB de RAM e 500GB de HD – suficiente para navegar na web, assistir vídeos e ouvir música com agilidade. A bateria tem duração aproximada de 8 horas para a criança ficar brincando sem se preocupar em estar perto da tomada. Esse Acer ainda possui duas entradas USB e uma HDMI para se conectar com outros dispositivos.

[busca-oferta category=”notebook” brand=”Asus” reference=”Z450LA-WX010T”]

Este notebook Asus já é mais potente, indicado para adolescentes. Ele possui um processador Intel Core i3-4005U 1.7 GHz, 4 GB de RAM e 1 TB de HD para armazenar arquivos. Este é um hardware que consegue realizar a maioria das atividade sem apresentar lentidão, inclusive múltiplas abas e alguns programas mais pesados.
Ele possui um design diferenciado, com um acabamento em vermelho e uma textura exclusiva da Asus. O teclado possui maior espaçamento entre as teclas e é capaz de reduzir os erros de digitação em até 7% – ótimo para estudantes.

[busca-oferta category=”notebook” brand=”Lenovo” reference=”80JE000HBR”]

Este notebook Lenovo tem um hardware ainda mais potente, sendo capaz de rodar jogos mais básicos e alguns softwares mais pesados. Ele possui um processador Intel Core i5 2.2 GHz, 4GB de memória RAM, placa de vídeo integrada Intel Graphics 5500. O modelo ainda tem 1 TB de armazenamento.

A tela de LED é de 14 polegadas e o computador tem um design clean prateado. Para se conectar com outros dispositivos, o computador tem uma porta USB 3.0 e uma 2.0, além de entrada HDMI.

[busca-oferta category=”notebook” brand=”Samsung” reference=”NP270E5K-XW3BR”]

Este Samsung Expert X40 já é um computador super potente indicado para crianças ou adolescentes que gostam de jogar games com gráficos complexos. Ele possui um processador Intel Core i7 2.4 GHz, placa de vídeo dedicada de 2GB. São 8GB de memória RAM e 1 TB de armazenamento.

O modelo ainda possui alto-falante 3W estéreo com efeito de áudio SoundAlive, para deixar o entretenimento ainda mais interessante. A tela de LED antirreflexiva de 15.6 polegadas cria uma ótima experiência para jogar e para assistir filmes e séries. O design é mais básico, na cor preta.

Qual o melhor notebook para crianças?

Estes 6 modelos foram selecionados pensando em diferentes perfis de uso e faixa de preço. Os primeiros são mais baratos e mais básicos, mas são extremamente fáceis de carregar para todos os lados. São também mais do que suficientes para a criança ou adolescente navegar na web, ouvir música, editar arquivos de texto e ver vídeos.
Já os últimos três são máquinas mais potentes, seus valores acompanhando a configuração. São indicados para crianças mais velhas e adolescentes que exigem mais do notebook por usar programas diferentes e jogar games.

Procurando um Notebook novo?

Acesse o Assistente de Compras

Leia também:

Melhores marcas de notebook do mercado
Notebook leve e fino: os melhores modelos para quem precisa de mobilidade
Os melhores tablets para crianças

Publicado em

Os 7 melhores smartphones para viagem

Os brasileiros são um dos povos que mais usa o smartphone em viagens. Estamos atrás apenas dos chineses e tailandeses de acordo com o estudo do Viajante Conectado. Uma outra pesquisa inclusive aponta que o item considerado mais indispensável em uma viagem é o smartphone – 62% consideram o celular o único objeto imprescindível para viajar. Mas você sabe como escolher um bom smartphone para viagem?

Seja para viagens de negócios, turismo ou estudo, os brasileiros usam o smartphone para acessar às redes sociais e se comunicar com quem está longe. Mas, além disso, usam a tecnologia para acessar aplicativos de geolocalização, registrar a viagem através de fotos e vídeos e ainda para reservar hotéis, passagens e buscar restaurantes e outras atrações turísticas. Claro, quem está trabalhando ainda precisa ficar constantemente conectado, de olho nos e-mails.

Para não ser “deixado na mão” pelo aparelho quando se está longe de casa, é preciso considerar uma série de características para escolher um smartphone para viagem. É preciso levar em conta a qualidade da banda, a possibilidade de usar mais de um chip, a qualidade da câmera, o armazenamento e, claro, o hardware – porque não adianta nada ter todos os requisitos anteriores e precisar lidar com lentidão no aparelho.

Pensando nisso, elegemos os 7 melhores smartphones de 2016 para viajantes – seja a turismo ou trabalho. Confira:

Smartphone para viagem “estilo Hostel”

Moto G4 Plus

smartphone para viagem moto g4 plus
O Moto G 4 Plus é um smartphone incrível com ótimo custo benefício. Ele possui um tela de 5.5 polegadas, câmera principal de 13 MP com foco automático laser, frontal de 5 MP com flash (ideal para selfies), grava vídeo Full HD e uma bateria de lítio de 3000mA – que além de durar mais do que a média do mercado, carrega mais rápido, deixando o viajante menos tempo “preso” à tomada.

O modelo possui um sensor de impressão digital que é muito interessante para viajantes, pois mantém o aparelho protegido e ao mesmo tempo torna mais ágil desbloqueá-lo. O armazenamento também é muito bom: 32 GB com possibilidade de ser expandida até 128 GB.

Além disso, ele é Dual Chip, o que quer dizer que o viajante pode manter um chip local e um de sua cidade de origem. O Moto G4 Plus tem internet 4G com suporte para bandas LTE: 1(2100), 3(1800), 7(2600), 8(900), 20(800), além de HSDPA e GSM. Para completar, o modelo possui um processador Octa-core Qualcomm Snapdragon com 4 x 1.5 GHz + 4 x 1.2 GHz com 2GB de RAM que promete manter o aparelho veloz. Tudo isso por cerca de R$ 1,3 mil.

Galaxy A5 2016

galaxy a5 smartphone samsung
Este modelo da Samsung é outro ótimo intermediário. O modelo possui um acabamento metálico sofisticado, com uma tela de 5.2 polegadas, 16 GB de armazenamento (expansível até 128 GB). A câmera traseira é de 13MP e a frontal de 5MP com abertura de f/ 1.9. Ele é Dual Chip, 4G e sensível a impressões digitais – características muito interessantes para viajantes. Ele suporta bandas LTE: 1(2100), 3(1800), 5(850), 7(2600), 8(900), 20(800), além e HSDPA e GSM.

O processador Octa-Core com 2GB de RAM promete o carregamento de páginas de navegadores instantaneamente e utilização de vários apps ao mesmo tempo. Para completar, a Samsung promete que o Galaxy A5 carrega 100% da bateria de 2900 mAh em 105 minutos.

É possível encontrar o aparelho por cerca de R$ 1,3 mil.

Zenfone selfie

zenfone selfie
Esse é especial para quem viaja sozinho e gosta de tirar muitas selfies para registrar os momentos: ele possui uma câmera frontal com flash de 13 MP com abertura de f/ 2.0 e lente grande angular de 88º. A câmera traseira também tem 13 MP e filma em Full HD. O modelo é 4G, Dual chip e, além das HSDPA e GSM, ele suporta bandas LTE 1(2100), 2(1900), 3(1800), 4(1700/2100), 5(850), 8(900), 28(700).

O Zenfone selfie tem tela Full HD de 5.5 polegadas com Gorilla Glass 4 e uma bateria de 3000 mAh. O hardware é de qualidade, com um um processador octa core de 1,5GHz, 3GB de RAM. O armazenamento é de 32 GB mas expansível até 128GB.

Tudo isso por cerca de R$1,1 mil.

Smartphone para viagem “Cinco Estrelas”

Motorola Moto X Force

motoxforce
Este é um ótimo modelo para viajantes pois ele é extremamente resistente. Ele possui uma moldura de alumínio, revestimento impermeável (resistente à água) e tela Moto ShatterShield – uma tela que não trinca nem se estilhaça. Ele possui uma câmera principal de 21 MP, frontal de 5 MP com flash e filma em resolução 4k. A bateria de 3760 mAh promete 36 horas de autonomia de bateria em atividade e um carregamento ultrarrápido.

O Moto X Force é 4G e suporta bandas LTE 2(1900), 3(1800), 4(AWS), 5(850), 7(2600), 13(700) (além das HSDPA e GSM). Ele é dual chip, com o recurso que seleciona o chip com melhor conexão e sinal automaticamente. O processador superpotente Qualcomm Snapdragon 810 e a memória RAM de 3GB garantem o desempenho que viajantes precisam. O armazenamento de 64 GB (expansível até 200 GB) promete espaço suficiente para guardar muitas fotos e músicas. O aparelho é vendido por cerca de R$ 2,1 mil.

Samsung Galaxy S7

galaxy s7
Este top de linha da Samsung é resistente à água, possui leitor de digital e um processador octa core e 4GB de RAM. A câmera traseira tem 12 MP e a frontal, 5 MP – ambas com abertura f/1.7 e foco ultrarrápido. O modelo grava em resolução 4K e possui um armazenamento de 32 GB (expansível até 200 GB).

O smartphone tem internet 4G, com suporte para bandas LTE: 1(2100), 2(1900), 3(1800), 4(1700/2100), 5(850), 7(2600), 8(900), 12(700), 13(700), 17(700), 18(800), 19(800), 20(800), 25(1900), 26(850), 28(700), 38(2600), 39(1900), 40(2300), 41(2500).

O Galaxy S7 tem uma tela de 5.1 polegadas com Gorilla Glass 5. Seu design é refinado, com acabamento premium em metal e vidro, e versões em branco, prata, dourado e preto. A bateria de 3000 mAh promete durar até 22 horas em 3G e carregar 60% de bateria em 30 minutos.

O modelo está à venda por cerca de R$ 2,8 mil.

LG G5 SE

LG-G5-se
Este modelo possui dupla câmera traseira de 16 MP e abertura f/1.8, sendo possível capturar 86% mais cenários que os outros celulares, e uma frontal de 8 MP com flash e disparo automático para selfies – câmeras incríveis para quem faz questão de registrar todos os lugares novos por onde passa. Um processador Snapdragon Octacore 1.8GHz com 3 GB de RAM, que deve fazer o smartphone funcionar com fluidez e agilidade.

Ele ainda possui sensor de digital, armazenamento de 32 GB (expansível até 2 TB). O acabamento é sofisticado em metal, com uma tela de 5.3 polegadas. Para completar, o LG G5 SE possui internet 4G com suporte para bandas LTE 1(2100), 2(1900), 3(1800), 4(1700/2100), 5(850), 7(2600), 8(900), 12(700), 17(700), 20(800), 28(700), 38(2600), 40(2300).

É possível comprar este modelo por cerca de R$ 2,6 mil.

Iphone 6S

iphone 6s
Enquanto o iPhone 7 não chega no Brasil, o 6s continua sendo um dos melhores smartphones do mercado. Ele também é incrível para quem gosta de registrar a viagem através do celular pois vem com uma câmera iSight de 12 MP e vídeos 4K (traseira) e uma câmera FaceTime HD de 5 MP com Flash Retina (frontal).

Ele também é um dos melhores quando se trata de internet: 4G Advanced de até 300 Mbps, suporte para bandas LTE (1, 2, 3, 4, 5, 7, 8, 12, 13, 17, 18, 19, 20, 25, 26, 27, 28, 29 e 30), e uma conexão Wi-Fi três vezes mais rápida com 802.11 ac.

Ele ainda possui sensor de digitais, armazenamento de 64 GB e um Chip A9 com arquitetura de 64 bits e coprocessador de movimento M9 integrado. Esse é um hardware que não deve deixar o usuário na mão por muito tempo. A bateria é um pouco inferior aos concorrentes, com 14 horas de autonomia no 3g. É possível comprar o iPhone 6s por R$ 2,9 mil.

Todos os smartphones acima são ótimos modelos, sendo os três primeiros mais básicos. A escolha do celular vai depender do perfil do viajante, se prioriza uma boa câmera para registrar os momentos, resistência do aparelho, uma internet veloz, autonomia de bateria ou um hardware potente.

Está procurando um Smartphone novo?

Deixe seu email e seja convidado para o pré-lançamento do Assistente de compras para smartphone!
[mc4wp_form id=”168075″]

Leia também:

Smartphone e Smart TV precisam ser compatíveis?
Os smartphones com as melhores câmeras do mercado
Notebook leve e fino: 8 modelos para quem precisa de mobilidade

Publicado em

Qual o melhor leitor digital: Kindle, Kobo ou Lev?

** Post atualizado em Abril / 2017 | Com o primeiro leitor digital lançado em 2007, o Amazon Kindle, aos poucos eles estão começando a ficar populares no Brasil. Essa popularização é bastante tardia, já que eles são extremamente populares em outros países há vários anos. Quem nunca utilizou um leitor digital pode não entender o porquê da febre de um dispositivo que serve apenas para ler livros, porém, a maioria das pessoas que experimenta os aparelhos se encanta!

O que acontece é que estes aparelhos são extremamente leves (menos de 200g), finos (10 mm ou menos) e possuem a capacidade de armazenar mais 2 mil livros. Eles trabalham com a tecnologia e-ink, que imprime digitalmente as páginas na tela, sem emitir luz, o que evita o cansaço nos olhos e torna a experiência extremamente similar ao livro tradicional. Para completar, estes dispositivos são bastante baratos para os padrões brasileiros. É possível comprar um e-reader por valores a partir de R$ 130 – o que pode ser facilmente gasto em dois livros impressos.

Atualmente, há três principais leitores digitais no mercado brasileiro: o Kindle (primeiro e mais popular), o Kobo (da Livraria Cultura) e o Lev (da Saraiva), entenda a seguir os diferenciais de cada um e qual é o melhor para o seu perfil de uso:

Navegue direto ao ponto ou siga rolando a página:

Escolha o melhor leitor digital:

Kindle

O Kindle é o leitor digital da Amazon – a maior loja de ebooks do mundo. Ele foi o primeiro leitor digital (lançado em 2007) e possui vários modelos à venda no Brasil: o “Novo Kindle”, de 8ª geração, o Kindle Paperwhite, o Kindle Voyage e o Kindle Oasis.

Todos os modelos Kindle possuem tela de 6 polegadas touchscreen com anti reflexo, conexão Wi-Fi e uma bateria que dura semanas. Eles têm acesso à loja da Amazon, que oferece maior número de livros que as outras lojas, porém, ainda são menos títulos em português. A Amazon oferece 2500 livros gratuitos para os usuários do dispositivo e dá acesso a mais de 1,6 milhão de títulos por menos de R$ 10.

Os e-readers da Amazon (mesmo o modelo mais básico) são os que oferecem melhor touch screen e maior rapidez na transição de telas. Os modelos Kindle podem ser considerados inferiores em relação ao armazenamento, pois não aceitam cartão SD, porém, eles possuem 4GB de memória interna, o que é o suficiente para armazenar mais de 2 mil livros.

Além disso, eles oferecem funcionalidades interessantes como dicionário, ajuste do tamanho de texto, anotações, contagem do tempo para finalizar capítulo ou livro e eles permitem organizar os livros em diferentes coleções.

Novo Kindle

O Novo Kindle – o modelo mais básico – custa R$ 299, pesa 161 g, mede 160 x 115 x 9,1 mm e sua tela tem resolução de 167 ppi. O diferencial desta nova geração é o Novo Kindle em branco.

Kindle Amazon

Kindle Paperwhite

O Kindle Paperwhite é o modelo um pouco superior, com iluminação embutida para ler durante a noite, resolução de 300 ppi e internet 3G. Ele é um pouco mais pesado: são 217 g e com 169 x 117 x 9,1 mm de medidas. É possível encontrar o Paperwhite à venda por R$ 479. Também existe a possibilidade de comprar o modelo com 3G grátis, além do Wifi: Kindle Paperwhite 3G.

Kindle Paperwhite

Kindle Voyage

O Kindle Voyage possui iluminação automática que ajusta a luz de acordo com o ambiente e resolução de 300 ppi. Além disso, ele possui o PagePress – um sensor de carbono que reage a pressão e muda a página do livro. Ele pesa 180g com as seguintes medidas: 162 x 115 x 7,6 mm. Este Kindle tem a exclusiva capa Origami (vendida separadamente), que sustenta o leitor e possibilita uma leitura sem ter que segurar o dispositivo com as mãos. É um modelo superior e está à venda por R$ 899.

Kindle Voyage

Kindle Oasis

O Kindle Oasis é o top de linha da marca, com iluminação embutida com 10 LEDs e botões físicos de virada de página. Sua autonomia de bateria é de meses e acompanha uma capa de couro que também carrega a bateria. Para completar, este Kindle pesa apenas 131g, medindo 143 x 122 x 3,4-8,5 mm e possui um design ergonômico, projetado para passar o centro de gravidade do dispositivo para a palma da mão. Isso faz com que ele seja tão confortável e natural de segurar quanto um livro com a capa virada para trás. O preço acompanha a tecnologia, sendo vendido por R$ 1.399.

Kindle Oasis
Em relação aos formatos, o Kindle aceita apenas ebooks no formato MOBi. Isso quer dizer que será preciso converter livros baixados da internet que venham em outros formatos, como ePub.

Maiores diferenciais dos leitores Kindle: hardware superior e acesso a maior loja de ebooks do mundo.

Kobo

O Kobo é um leitor digital que tem parceria com a Livraria Cultura no Brasil. Existem dois modelos à venda: o Kobo Glo e o Kobo Aura. Ambos possuem tela touchscreen – o primeiro em resolução HD e o segundo em Full HD. Os modelos Kobo tem iluminação embutida, conexão Wi-Fi e bateria que dura cerca de 2 meses. O armazenamento interno é de 4 GB (expansível com microSD) e os Kobo aceitam 14 formatos de arquivos – ideal para quem pretende baixar livros da internet.
Os e-readers Kobo possuem um acabamento em plástico com estofado atrás, o que facilita carregar o dispositivo com uma mão só – evitando que ele deslize.

Atualização de Abril / 2017: Os modelos Kobo estão esgotados atualmente. Assim que a fabricante disponibilizar novas informações sobre o produto, este post será atualizado novamente 🙂

Kobo Glo

Este modelo Kobo possui tela de 6 polegadas, pesa 180g e possui 9.2 mm de espessura. O Kobo Glo custa R$ 599 na Livraria Cultura.

Kobo Glo da Livraria Cultura

 

Kobo Aura: Full HD

O Kobo Aura é o único leitor digital com tela Full HD – indicado para quem gosta de ler quadrinhos e livros com ilustração. A sensibilidade do touchscreen é um pouco inferior a dos concorrentes, mas nada que seja torne o uso desconfortável. Sua tela é de 6.8 polegadas, é resistente à água e o modelo pesa 233 g e tem 9.7 mm de espessura. O Kobo Aura custa R$ 799.

Kobo Aura da Livraria Cultura

Os leitores Kobo oferecem alguns recursos extras, como dicionário, tradutor instantâneo, busca de palavras e opção de fazer anotações no livro. A loja da Livraria Cultura possui cerca de 5 milhões de títulos e oferece mais de 18 mil ebooks gratuitos.

Outro destaque do Kobo é a interface do sistema: ele é bastante intuitivo e organizado. Ele também tem um design atraente, com o conteúdo organizado em “prateleiras”, enquanto os concorrentes organizam os títulos em listas.

Maiores diferenciais: variedade de formatos de ebooks e interface do sistema.

Lev

O Lev é o e-reader da Saraiva. Em abril de 2017, os dois modelos antigos foram substituídos pela nova geração de leitores, agora com dois modelos: o Lev Neo e o Lev Fit.
O LEV Neo é o modelo mais completo e o principal diferencial é a iluminação embutida da tela, que o Lev Fit não tem. Então fique atento(a), se você costuma ler à noite ou em ambientes mal iluminados, este item é muito importante. O Lev Neo tem 20 níveis de intensidade de luz, memória interna de 8GB (em torno de 8 mil livros), resolução HD 758 x 1024 px e pesa 140g. O LEV Neo custa R$ 479,00

lev neo novo

lev neo novo

Já o LEV Fit tem memória interna de 4GB (mais ou menos 4 mil livros) e resolução de 600 x 800 px, pesando 130g. Ele não tem tela iluminada! Este modelo custa R$ 299,00.

lev fit novo

Claro, ambos modelos vem com wifi embutido e tela de 6 polegadas touch screen (suas medidas totais são 11.6 x 15.5 x 0.8 cm). Outra novidade é que o Lev ganhou botões físicos laterais para passar as páginas nas duas versões.

novo lev botoes lateriais

O Lev aceita arquivos em formatos ePub, PDF (Adobe DRM), HTML, TXT, FB2 e DJVU. O leitor vem com 10 livros digitais inclusos e mais 4 best-sellers gratuitos para baixar.
A nova geração promete melhor usabilidade e qualidade na leitura, já que agora utiliza a tecnologia E Ink Carta HD (para o Lev Neo, já o LEV Fit utiliza a também nova E Ink Carta), que é mais moderna do que a utilizada na primeira geração. Apesar da Amazon ser a maior loja de ebooks do mundo, a loja da Saraiva ganha em número de títulos em português.

Maior diferencial do LEV: Melhor leitor de arquivos em PDF e memória expansível até 32GB (utilizando cartão microSD).

Qual o melhor leitor digital?

Em relação a valor e tamanho, os leitores digitais disponível no mercado são bastante parecidos. Porém, ainda assim, cada um possui seus diferenciais. O Kindle é superior em hardware e tem acesso a mais títulos. O Kobo lê mais formatos de arquivo e possui a melhor interface de sistema. Já o Lev, possui a maior quantidade de títulos em português e é o melhor para ler arquivos em PDF.
Outro ponto importante para levar em consideração na hora de escolher seu leitor digital é a proteção dos arquivos nativos de cada um. Isso quer dizer que você não pode ler ebooks comprados na Amazon sem ser nos dispositivos da Amazon (como o Kindle). Não se deve a uma restrição de formato, e sim devido aos direitos digitais (DRM) que cada loja utiliza nos seus arquivos.
Já o Lev e o Kobo suportam o DRM da Adobe (que também é um tipo de proteção, mas que pode ser acessado com um ID da Adobe). Assim é possível ler ebooks que suportem esse DRM (mesmo não comprados na loja nativa do aparelho). Mas é preciso fazer procedimento com aplicativo específico antes.

Ou seja, se você comprar um Kindle, vai ler somente os ebooks nativos da Amazon, se comprar um Kobo ou um Lev vai poder comprar livros em mais lojas que suportarem o DRM, como as próprias Saraiva e Livraria Cultura.
Outra questão importante é sobre o acervo de cada loja: acervo de ebooks da Amazon é de 4 milhões de livros, enquanto o acervo Kobo é de 1 milhão de ebooks (segundo a Livraria Cultura) e o acervo do Lev é de 500 mil ebooks, segundo a Saraiva.

Como sempre, a resposta para “Qual o melhor e-reader?” depende do perfil do usuário, e ao longo da leitura acima você poderá se identificar com um deles.
Ficou com alguma dúvida? Comente abaixo!

Quanto custa cada leitor digital?

Escolha o seu e compre através dos links abaixo:

Novo Kindle por R$ 299 na Amazon
Kindle Paperwhite por R$ 479 na Amazon
Kindle Voyage por R$ 899 na Amazon
Kindle Oasis por R$ 1399 na Amazon
Kobo Glo por R$ 599 na Livraria Cultura
Kobo Aura por R$ 799 na livraria cultura
Lev NEO por R$ 479 na Livraria Saraiva
Lev Fit por R$ 299 na Livraria Saraiva

Leia também:

Qual o melhor Kindle Amazon?
Tablet para criança: como escolher
Como escolher o tamanho da tela do notebook

Publicado em

Qual a melhor TV 40 polegadas?

*Post atualizado em Janeiro de 2017* TVs de telas gigantes fazem parte dos sonhos de muitas pessoas. Claro, uma tela grande pode ter um efeito muito interessante para quem é louco por cinema, séries e esportes. Porém, no dia a dia, elas podem ser pouco práticas. Elas exigem muito espaço e, principalmente, o valor vai subindo de acordo! Por esses motivos, o aparelho mais versátil do mercado é a TV 40 polegadas.

Hoje em dia, 40 polegadas pode parecer pouco em comparação ao que o mercado oferece, mas este tamanho de TV funciona muito bem na maioria dos ambientes. Para assistir uma tela de 40 polegadas confortavelmente é ideal estar entre 1.25 m e 1.5 m de distância do aparelho.

Modelos menores exigem que se veja mais de perto e, aparelho maiores, mais de longe. Vale lembrar: se você comprar um aparelho muito grande, pode acabar não conseguindo ficar a uma distância adequada da TV. Por exemplo, aparelhos de 60 polegadas exigem uma distância de pelo menos 1.80 m para assistir confortavelmente (podendo ficar até 2.5 m de distância da tela). Ou seja, TVs grandes exigem ambientes maiores.

Além disso, é importante levar em consideração o tamanho do aparelho. As TVs 40 polegadas costumam ter dimensões próximas de 90cm x 50cm – muito mais fácil de posicionar em ambientes variados.

Se você está atrás de uma boa e versátil TV de 40 polegadas, confira as melhores opções do mercado para diferentes perfis:

TV 40 polegadas para games e esportes:

[busca-oferta category=”tv” brand=”Samsung” reference=”UN40H5100AG”]

Este modelo de 40 polegadas da Samsung é ideal para quem é fã de esporte ou para gamers assumidos. Ele possui uma tela de LED com resolução Full HD, tecnologia Clear Motion Rate, que acompanha transmissões aceleradas sem perda de definição, e Wide Color Enhancer, que aprimora as cores da imagem.

Este aparelho possui a Função Futebol, que otimiza a imagem e o áudio para os jogos. Essa função valoriza o som da torcida e torna as cores mais reais e processa os movimentos com maior eficiência. Para não deixar o usuário perder nenhum detalhe das cenas de ação dos games, o modelo possui um Clear Motion Rate de 120hz – ideal para cenas rápidas dos jogos de ação. O aparelho ainda vem com a Função ConnectShare Movie que processa e reproduz rapidamente todo conteúdo de USB conectado à TV.

[busca-oferta category=”tv” brand=”Samsung” reference=”UN40J6500AG”]

Para quem quer uma experiência de esportes e games ainda mais imersiva – porém mais individual – uma tela curva como a desta Samsung pode ser uma boa escolha. A taxa de atualização de imagem é boa (120hz) e a resolução é Full HD.

TV 40 polegadas para filmes:

[busca-oferta category=”tv” brand=”Philips” reference=”40PUG6300″]

Algumas marcas não investem suas melhores tecnologias de imagem em aparelhos de 40 polegadas, mas não é o caso da Philips. Este modelo possui uma tela de LED com resolução Ultra HD 4K e a tecnologia Digital Natural Motion, que aprimora os movimentos na tela e diminui a tremulação de imagem.

Essa Smart TV Philips tem acesso aos principais aplicativos, como canais On Demand, Netflix e Youtube. Ela possui a tecnologia Miracast para espelhar conteúdo do smartphone, tablet e notebook na tela grande. Ideal para quem gosta de assistir filmes de diferentes fontes.

[busca-oferta category=”tv” brand=”Samsung” reference=”UN40KU6300G”]

Outra TV de tamanho reduzido mas com ótima experiência de imagem é esta Samsung. Este modelo tem tela CURVA e resolução 4K UHD, ou seja, cores mais verdadeiras e que fazem a diferença na hora de assistir um super filme. São 3 entradas HDMI e 2 USB e o sistema operacional utilizado é o Tizen.

Melhor TV 40 polegadas 3D:

[busca-oferta category=”tv” brand=”Samsung” reference=”UN40J6400AG”]

Não é comum encontrar painel 3D em aparelhos de 40 polegadas. Isso acontece porque o efeito funciona muito melhor em telas grandes. Porém, se você está atrás de uma TV 40 polegadas e quer assistir conteúdos em três dimensões, esta é uma boa opção. Este modelo de 40 polegadas da Samsung possui uma tela de LED com resolução Full HD e painel 3D ativo.
O aparelho vem acompanhado de dois óculos 3D. Essa TV 40 polegadas Samsung utiliza o sistema operacional Tizen.

TV 40 polegadas com melhor custo benefício:

[busca-oferta category=”tv” brand=”Philco” reference=”PH40R86DSGW”]

Se você quer um aparelho básico com bom custo-benefício, esta é uma boa opção. Esta TV 40 polegadas possui uma tela de LED com resolução Full HD, com conversor digital integrado, taxa de atualização de 60Hz e som Surround. Ótimo para assistir programas como seriados, reality shows e telejornais. Eis uma ótima pechincha para os menos exigentes!

O aparelho conta com uma entrada USB, para reproduzir mídia de pendrive e HD externo, e duas HDMI, para se conectar a computadores. Além disso, ela tem acesso a aplicativos como Youtube, Facebook, Twitter e o browser Opera, mas vale lembrar que este modelo não vai muito além disso no quesito aplicativos.

TV 40 polegadas top de linha:

[busca-oferta category=”tv” brand=”Samsung” reference=”UN40KU6000G”]

Como falamos anteriormente, a maioria das fabricantes não aposta as tecnologias de ponta em aparelhos de 40 polegadas, mas a Samsung é uma opção. Este modelo oferece um tela de LED com resolução 4K Ultra HD, velocidade de 120Hz, contraste HDR Premium (que promete uma gama de brilho e contraste excepcional), UHD Diming (que otimiza as cores, dando maior nitidez à imagem) e Upscalling para converter conteúdos em resoluções inferiores.

O aparelho possui um sistema operacional moderno, veloz, com acesso a aplicativos como Netflix, Youtube, Globosat Play 4K e Globo Play. Além disso, a Samsung oferece o Gamefly – um app de streaming de games que permite que você jogue os games mais famosos do mercado sem precisar de um console.

Conclusão:

Se você possui um ambiente pequeno, em que ficará a cerca de 1.25 m do televisor, e não quer gastar muito em um aparelho, uma TV 40 polegadas é uma ótima opção. Analisando as opções acima, é fácil perceber que há aparelhos para todos os gostos e bolsos. Se você ainda não sabe qual é o mais indicado para o seu perfil, use o assistente de compras Shoptutor:

Procurando uma TV nova?

Confira a recomendação do Assistente de Compras para você!
Acesse

Leia também:

Melhores TVs para usar com videogames
TV 3D: saiba como escolher
Resoluções HD, Full HD, 4K ou 8K: qual a diferença?

Publicado em

Teclado do notebook: como escolher

Com tantas características para observar, às vezes a qualidade do teclado do notebook acaba ficando em segundo plano. O problema é que isso é um grande erro, pois, na prática, o teclado vai afetar profundamente a experiência de uso do computador. Afinal, é a partir dele que você irá digitar, escrever textos, conversar em chats, trocar e-mails, pesquisar em buscadores, etc.

Apesar de ser cada vez mais comum comprar notebooks pela internet, você deve se informar sobre o modelo do teclado e a qualidade das teclas. Se possível, você deve ir até a loja experimentar os teclados dos modelos que você está interessado para avaliar o conforto da digitação. Depois de testar o teclado, você pode voltar para casa e comprar o aparelho pelo site, onde costuma ser mais barato.

Modelos de teclado e padrões

Os teclados no Brasil (assim como na maior parte do mundo) usam o padrão QWERTY. O nome faz referência às primeiras seis letras do teclado alfabético: “Q”, “W”, “E”, “R”, “T”, e “Y”. Este padrão foi inventado em 1873 para ser utilizado em máquinas de escrever e se tornou popular em todo o mundo.

Os notebooks vendidos no País possuem principalmente dois modelos: ABNT e ABNT2. O ABNT2 possui uma tecla Alt Gr ao lado da barra de espaço. Ela funciona de maneira similar ao shift e faz com que uma outra tecla tenha uma terceira função – uma ao ser apertada sozinha, uma ao ser apertada junto com o shift e outra junto com o Alt Gr. Com o Alt Gr é possível fazer símbolos extras como ¹, ², ³, £, ¢, ¬, §, ªº, etc.
teclado do notebook abnt

Ainda é possível encontrar notebooks com teclado US, que não possui a tecla “Ç”, e o PT que não possui o botão de interrogação “?” ao lado do shift. Porém, estas versões são mais incomuns no Brasil.

Leia também:

Notebook leve e fino: 8 modelos para quem precisa de mobilidade
Placa de vídeo: o que você precisa saber antes de comprar um notebook
É possível trabalhar o dia todo no notebook sem cansar?

É importante prestar atenção em qual é o modelo do teclado do notebook, principalmente ao comprar um aparelho no exterior. Às vezes, o notebook pode ser mais barato em outro país, mas vir com teclados em outros formatos que podem atrapalhar a experiência no dia a dia.

Além disso, também é importante levar em conta se o modelo possui teclado numérico. O teclado numérico é aquele que tem as teclas com números, similar a uma calculadora, ao lado das teclas com letras. Os modelos menores de notebook costumam vir sem este teclado numérico, enquanto os modelos com tela maior normalmente vem com esta versão mais completa.

teclado do notebook Dell

Conforto do teclado do notebook

Além dos padrões, é fundamental levar em consideração o conforto do teclado. Há modelos que oferecem opções com teclas curvas ou espaço extra entre os botões para aumentar o conforto da digitação. Outros, possuem teclados retroiluminados, com uma iluminação que sai de baixo da tecla e facilita a digitação em lugares escuros. Alguns aparelhos ainda possuem teclas mais macias, com maior conforto tátil e retorno elástico do que as outras. Além de existir opções mais ou menos silenciosas.

teclado do notebook iluminado

Em geral, notebooks da mesma marca costumam oferecer o mesmo tipo de teclado, por isso vale a pena considerar a marca antes de comprar um aparelho.

De qualquer maneira, algumas marcas são famosas por oferecerem bons teclados. Modelos da Lenovo possuem teclas curvas com um bom espaçamento, criando um dos melhores teclados do mercado. Os da Dell também merecem destaque, com bom retorno elástico e conforto de digitação. Asus e HP também costumam oferecer modelos de alto conforto e maciez, enquanto as demais marcar variam mais entre modelos.

teclado do notebook lenovo

Apesar das empresas se esforçarem para criar teclados mais confortáveis, esta pode ser uma questão bem particular. Afinal, cada usuário pode se adaptar melhor a um tipo de teclado. Por isso, é importante experimentar o notebook antes de comprar. Além disso, se você trabalhar longas horas digitando, você pode optar por comprar um teclado ergonômico e conectá-lo ao seu notebook através do USB ou Bluetooth.

Procurando um Notebook novo?

Acesse o Assistente de Compras!

Publicado em

Smartphone e Smart TV precisam ser compatíveis?

Todo comercial de Smart TV mostra pessoas conectando seu smartphone na Smart TV com um simples toque e transmitindo fotos, vídeos e músicas para a grande tela com extrema facilidade. Porém, essa integração nem sempre é tão fácil.

Em um primeiro momento, só era possível conectar smartphone na Smart TV utilizando media centers como o Apple TV e o Chromecast. Atualmente, graças à tecnologia Miracast, é possível fazer essa integração sem usar um terceiro gadget.
A grande maioria das Smart TVs mais recentes possuem a opção de se conectar com smartphones através da rede Wi-Fi. Ao comprar uma TV certifique-se que ela possui a funcionalidade de conectar com outros dispositivos por rede sem fio.

Algumas Smart TVs possuem diferenciais de conectividade. O sistema Tizen, da Samsung, coloca a integração com outros dispositivos como um dos carros-chefe. Ele reconhece automaticamente smartphones e outros gadgets conectados na rede Wi-Fi, sem ser necessário “procurar” com o controle remoto. O Firefox OS, sistema utilizado pela Panasonic, permite que você configure o smartphone como um dispositivo favorito e crie uma espécie de atalho na tela principal.

As smart TVs Android (comum em aparelhos da Sony e Phillips) possuem uma integração mais amigável com o dispositivos móveis com o mesmo sistema, além de se conectar com computadores através do navegador Google Chrome. O sistema WebOS, apesar de não apresentar nenhum diferencial, se conecta com smartphones de todos os sistemas operacionais.

Leia também:

Resoluções HD, Full HD, 4K e 8K: qual a diferença?
Qual a melhor marca de TV e Smart TV?
Smartphones com as Melhores câmeras
Como escolher o melhor sistema para Smart TV e porque isso importa

O principal problema está “do lado” dos smartphones. Os celulares com sistema Android e Windows Phone mais modernos utilizam a tecnologia Miracast para espelhar o conteúdo em televisões através do Wi-Fi. Isso acontece independente da marca e do sistema operacional do aparelho. Porém, os smartphones iOS são mais complicados e, oficialmente, exigem que se use um terceiro gadget: o Apple TV.

Como espelhar o smartphone na Smart TV:

espelhar smartphone na tv

Android

Para conectar um smartphone Android com uma televisão através de um sinal sem fio, você deve ir ao menu de configuração rápida e procurar “Screen Mirroring”, “Transmitir” ou “Screen Share”. Depois, você deve selecionar o botão “source” (ou similar) de sua Smart TV e escolher a opção de “tela sem fio” ou “monitor sem fio”. Ao selecionar a opção de screen mirroring no smartphone, ele irá buscar dispositivos conectado à rede wi-fi e deve encontrar a televisão. Claro, não esqueça de se certificar que ambos dispositivos estão conectados a rede wi-fi.
Depois que os dispositivos se reconhecerem, você conseguirá ver na tela da TV tudo que fizer no celular, inclusive assistir vídeos no Netflix e no Youtube, ver vídeos gravados no celular, fazer apresentação de fotos, etc.

Windows Phone

Os smartphones com Windows funcionam de maneira similar ao Android e conseguem se conectar às televisões através do Miracast. Basta encontrar as configurações do celular e selecionar “projetar minha tela”. Depois, é necessário encontrar o dispositivo na televisão.

iOS

Oficialmente, o iPhone precisa de um media center como o Apple TV para se conectar com televisões e transmitir músicas, fotos e vídeos. Na prática, você conecta a Apple TV à televisão e o iPhone à Apple TV. É possível transmitir vídeos, fotos e músicas do iPhone para o celular sem usar um terceiro gadget utilizando aplicativos como iMedia Share e Mirror. Outros aplicativos, como o Netflix, conseguem transmitir o conteúdo do smartphone para a TV. Porém, estes apps não são oficiais e apresentam limitações.

Procurando uma TV nova?

Acesse o Assistente de Compras!